Gabriel Bandeira
Gabriel Bandeira

Gabriel Bandeira

Natação

Data de Nascimento

29 de outubro de 1999

Local de Nascimento

Indaiatuba/SP


Provas

100m costas, 100m borboleta, 100m peito, 200m livre, 200m medley / Classes: S14, SM14, SB14

Modalidade

Natação

O garoto, natural de Indaiatuba/SP, iniciou no esporte bem cedo, logo aos oito anos no jiu jitsu. Migrou para a natação aos dez e logo começou a competir pela cidade de Indaiatuba. Em 2016, participou de uma seletiva e ingressou no Minas Tênis Clube onde conquistou medalhas em provas de 100 e 200m, em campeonatos metropolitanos, estaduais e nacionais.
Um técnico da natação paralímpica levantou a suspeita da possível deficiência intelectual de Gabriel e o convidou algumas vezes para fazer os testes de elegibilidade. Somente em 2019 que o atleta cedeu e realizou os exames necessários e descobriu que estava apto a competir no esporte paralímpico.
As mudanças na vida do paulista foram radicais. Mudou de cidade, de clube, e agora estava com novas perspectivas para sua carreira. Em sua estreia no paralímpico, em fevereiro de 2020, Gabriel já causou uma boa impressão na comissão técnica da Seleção Brasileira de Natação Paralímpica, conquistando ouro em todas as provas, quebrando um recorde das Américas, quatro recordes brasileiros e nadando abaixo do índice técnico estabelecido para a participação nas Paralimpíadas de Tóquio.
O seu debut em competições internacionais foi no Aberto Europeu, em maio de 2021, e foi com 100% de aproveitamento. Gabriel nadou seis provas, ganhou seis ouros e ainda quebrou o recorde das Américas em todas elas. As impressionantes marcas chamaram a atenção da imprensa e criaram grandes expectativas com a nova revelação da natação.
Em sua primeira Paralimpíada, Gabriel Bandeira ganhou quatro medalhas: um ouro com recorde paralímpico nos 100m borboleta, prata nos 200m livre, prata nos 200m medley com recorde das Américas e bronze no revezamento 4x100m livre com recorde das Américas.
No Campeonato Brasileiro de 2002, realizado em maio, quebrou outro recorde das Américas nos 100m costas e um recorde mundial nos 100m borboleta.
Em seu primeiro Mundial de Natação, na Ilha da Madeira/Portugal 2022, conquistou seis medalhas, sendo ouro nos 200m medley com recorde mundial, 200m livre com recorde das Américas, ouro nos 100m borboleta, prata nos 100m costas e bronze nos revezamentos 4x100m livre e 4x100m medley.

Quote

Eu me senti abraçado pelo esporte paralímpico. Foi tudo muito tranquilo e leve, senti que eu poderia ser eu mesmo. Eu sabia do meu potencial, quero que a natação me ajude a levar mais informações para as pessoas. Acham que ainda pensam muito em limitações, e nós podemos muitas coisas. Tudo, na verdade.”

Galeria

Galeria 01

Vídeos

Notícias

Fenômeno da natação paralímpica, Gabriel Bandeira, disputa o Troféu José Finkel em Pernambuco

Fenômeno da natação paralímpica, Gabriel Bandeira, disputa o Troféu José Finkel em Pernambuco

De olho na preparação para os Jogos de Paris 2024, paratleta disputa 10 provas na maior competição do país para nadadores olímpicos. Um dos principais ...

Saiba mais
Multimedalhista paralímpico, Gabriel Bandeira é nomeado embaixador de Federação internacional para atletas com deficiências intelectuais

Multimedalhista paralímpico, Gabriel Bandeira é nomeado embaixador de Federação internacional para atletas com deficiências intelectuais

Revelação das piscinas, representará a Virtus em todo o continente americano. Organização é responsável por promover o esporte de elite e organizar competições. Um dos ...

Saiba mais
Sete fatos sobre o nadador Gabriel Bandeira que prometem um Mundial incrível para o Brasil

Sete fatos sobre o nadador Gabriel Bandeira que prometem um Mundial incrível para o Brasil

O atleta de 22 anos conquistou quatro medalhas nos Jogos de Tóquio nas provas de natação, pela classe S14 (para atletas com deficiência intelectual). Essa ...

Saiba mais
Gabriel brilha nos 100m borboleta e ganha o 1º ouro para  o Brasil nas Paralimpíadas

Gabriel brilha nos 100m borboleta e ganha o 1º ouro para o Brasil nas Paralimpíadas

A estreia do nadador Gabriel Bandeira em Jogos Paralímpicos não poderia ter sido melhor. Na manhã desta quarta-feira, 25, horário do Brasil, o paulistano brilhou ...

Saiba mais

Mande uma
mensagem pra gente!

Como podemos
ajudar?

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]