Raíssa Machado bate recorde mundial no lançamento do dardo e reforça força do feminino no esporte adaptado

Raíssa Machado bate recorde mundial no lançamento do dardo e reforça força do feminino no esporte adaptado

Baiana foi ouro neste domingo, dia 13, na classe (F56), na 1ª Fase Nacional do Circuito Loterias Caixa, em São Paulo.

por Mônica Valentin | jul 27, 2022 | Notícia, Notícia Destaque, Raíssa Machado

O rosto da nova geração do paratletismo, Raíssa Machado, de 25 anos, conquistou a melhor marca do planeta no lançamento do dardo, com a distância de 24,80m, neste fim de semana, na primeira competição nacional da temporada de 2022. O evento aconteceu no CT Paralímpico. A atleta compete na classe F56 (para atletas com comprometimento nos membros inferiores e que lançam sentado).

“É a minha primeira competição do ano, estou muito feliz, e não esperava bater o recorde mundial. Estou na fase dos testes de força e esperava um bom resultado, mas não o recorde. Me surpreendi, mas fui consistente e veio a marca. Estou muito emocionada, espero que as outras competições me surpreendam como esta”, empolga-se Raíssa.

Em agosto de 2021, Raissa conquistou a medalha de prata em Tóquio e bateu o recorde das Américas e distância de 24,39m. Esta marca era a melhor da carreira da atleta. Com a conquista deste domingo, a brasileira derrubou a marca da iraniana Hashemiyeh Motaghian Moavi, antiga detentora do recorde mundial com 24,50m.

O evento marcou o início da temporada e representou um novo momento, um marco 

de esperança após a pandemia.  A 1ª Fase nacional do Circuito Loterias Caixa aconteceu no CT Paralímpico, em São Paulo, e contou com 230 atletas. A atleta também treina no local, referência no Brasil e no mundo em esporte adaptado.

Nascida em Ibipeba/BA, com uma má formação congênita nos membros inferiores. Ainda na infância, sofreu bullying na escola, e passou por um difícil período de rejeição da própria aparência e deficiência. Teve depressão, conseguiu superar e hoje é muito orgulhosa de sua trajetória. Raíssa é uma das principais atletas do mundo no arremesso de dardo.Ela conquistou o bronze no Mundial de Dubai 2019 e o ouro no Parapan de Lima. Nos Jogos de Tóquio, levou a prata e quebrou o recorde das Américas com a marca de 24,39m. A garota que tinha dificuldades em se olhar no espelho, de aceitar a própria aparência, evoluiu, e hoje inspira muitas pessoas.